Loucura no escuro

—————

Para ouvir enquanto lê:

The Black Keys – Things Ain’t Like They Used To Be
http://www.rcisman.com/musicas_blog/Things%20Aint%20Like%20They%20Used%20To%20Be

—————

Mesmo no escuro, é possível ver os fios de cabelo de cor púrpura, tal como o céu minutos antes do ocaso.

Tão doce como uma dama-da-noite, o odor do perfume faz brotar as sensações mais íntimas.

A escuridão é quebrada pelo brilho que irradia dos olhos, observadores dos movimentos mais sutis. Assim, pode ver a boca entreaberta a emitir suspiros ofegantes. Aos poucos, o som ritmado adentra o caminho auditivo e preenche cada espaço vazio da cabeça em ecos intermináveis.

O desejo carnal também inunda a alma. Cada poro de seu corpo é um poço infindável de prazer.

Cada contato, cada carícia, cada contração deixa o quarto mais úmido e quente. A boca seca contrasta com a pele molhada de suor.

Ah, quanta energia! O barulho aumenta, os movimentos se aceleram, os pingos de suor se transformam em um pequeno rio salgado, o botão da dama-da-noite se abre totalmente e exala todo o seu perfume.

Escuridão.

A dança sincronizada acaba no mesmo momento em que a cama se transforma em uma piscina.

Exausto, os músculos pedem arrego. Quase desfalece. Quando volta a si, já deitado , o braço esticado não encontra ninguém ao lado.

A cama continua arrumada, intacta. Ao contrário da mente, inquieta, incontrolável.

O coração palpita em uma frequência desconhecida, irregular. Percebe que tudo o que viu, ouviu e sentiu não passara de imaginação. Uma memória ainda viva que o domina e entorpece.

Desenfreado, desce para a rua, traga um gole de cerveja e um cigarro e desbrava a noite desumana que o defraudou.

Anúncios

~ por rocisman em 06/11/2010.

3 Respostas to “Loucura no escuro”

  1. Muito bom!!!

  2. As melhores noites são sempre desumanas e defrauda a gente.

    O poder de argumento, a sensibilidade, o gesto e o acaso: Perfeita sintonia.

    Rumo ao descaso do desejo que se foi,escolheu apenas qualquer dama-da-noite, que guarda e rouba sensações mais íntimas que somente a escuridão pode devolver.

    Muitas lembranças, diversos prazeres, no corpo e alma. Recordações.
    Muito mais que acaso.

    FIM.

    Bjo.

  3. Licença poética para intimidade, adoro. Beijinhos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: