Mochilão América do Sul – Dia 25

Dia 25 – 07/05/12 – 2ª-feira

—————

Para ouvir:

Pearl Jam – Just Breathe

—————

Fazia tempo que não acordava tão cedo por causa de um compromisso. Ainda está escuro, não gosto de acordar antes do amanhecer. Como é por uma boa causa, tá valendo!

Como dois pãezinhos e um café e vou até a operadora, a três quadras do hostel. Acho que sou o primeiro cara a andar de chinelo pela rua nessa época do ano. O vento gelado esfria meu pé.

Mathias e uma mulher já estão na operadora. Talvez seja a dive master. Preencho e assino a papelada toda e coloco a roupa de neoprene, o que me deixa assustado. Ainda está escuro, com um ar frio, e tenho que colocar um neoprene de 7 mm. Qual é a temperatura dessa água, pô? Vou mergulhar em um iceberg?

Mathias nos leva até a praia para esperar a lancha, que vem do píer. Nesse tempo, descubro que a menina é escocesa, vai mergulhar como turista também. Escocesa… tenho vontade de perguntar se ela tem um whiskyzinho, tirar essa roupa, colocar calça, blusa, gorro e encher a cara. Algo me diz que ela não toparia, fico só no pensamento.

São 30 minutos navegando pra chegar até a colônia dos leões-marinhos. Um pouco mais pra frente de onde quase perdi a bike outro dia. São muitos animais deitados ou sentados nas pedras e areia.

Só eu vou mergulhar com os lobos marinos, a Joana Walker vai fazer um naufrágio depois. O dive master passa as instruções. Vamos entrar na água, esperar os lobos se acostumarem com a nossa presença, e aí descemos. Parece que os bichos viraram a noite bebendo, puta algazarra.

Um, dois, três, tigurf. Vamos pra água. O céu está limpíssimo, o sol brilha ainda baixo, e o frio impera. Devia ter pedido uma roupa de 90 mm e um cobertor.

Tudo certo, vamos descer. Ou eu entendi algo errado, ou os leões acostumam muito rápido com a nossa presença. A visibilidade não está muito boa, três ou quatro metros no máximo. Enquanto ainda estou descendo, vejo um vulto passando à minha direita, por trás. Pela velocidade, deve ser um míssil. Nessas horas eu me pergunto por que fui inventar de viajar sem destino e data definidos, passando frio, sede, às vezes um pouco de fome, não entender bem o que estão falando em algumas ocasiões, dormir em um quarto com gente roncando, não ter privacidade no banheiro e nem conseguir respirar pelo nariz agora. A resposta chega rápido. E quantas respostas, puta que la mierda. Um, dois, três, quatro, perdi a conta. São muitos. E muito loucos. Não fazia ideia de como eles eram. Parecem filhotes de cachorro. Não pelo tamanho, sim pela curiosidade e mansidão. Chegam perto, nos rodeiam, olham, mordem. Assustados, dão meia-volta e fogem, pra voltarem de novo em pouco tempo atiçados pela curiosidade. Mordem a mão, a cabeça, a nadadeira. E como filhotes de cachorro, não dói, é só de brincadeira. Difícil explicar a sensação, mais difícil ainda querer ir embora. Mergulhar com leões-marinhos aqui é especial, dizem, porque eles são mais amigáveis, já que praticamente não têm predadores nessa baía, então são bem tranquilos.

Quarenta minutos depois, mais ou menos, voltamos ao barco. Venta mais e está mais frio, como pode? Seguimos em direção à cidade e paramos no primeiro naufrágio. A escocesa e o dive master mergulham. Fico no barco com a outra mergulhadora, que hoje só está pilotando a lancha. Diz que eu posso fazer snorkeling, mas prefiro ficar tomando mate e ouvindo rock no radinho. Eles voltam, navegamos mais um pouco e paramos de novo. Outro naufrágio. Vai lá, keep diving.

Em terra firme, a alegria é evidente. Ainda bem que fiquei pra mergulhar. Não iria me perdoar se fosse embora sem essa experiência maravilhosa. O vício de mergulhar está de volta. Mas agora, só daqui alguns meses, se tudo der certo, em Galápagos.

No hostel, empanadas e pizza pra despedida. Sophie também quer ir até Ushuaia. Falo que quero ir de carona, ela pergunta se pode ir junto. Como não fala espanhol, não tem como ir sozinha. Vamos nessa. Por enquanto, hora de sonhar com os lobos.

Mais fotos da Península Valdés aqui!

Anúncios

~ por rocisman em 12/12/2012.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: