Mochilão América do Sul – Dia 50

Dia 50 – 01/06/12 – 6ª-feira

—————

Para ouvir:

La Renga – Cuando Estés Acá

—————

A chuva não dá trégua. Durante toda a noite e manhã caindo água. Enquanto esperamos bater duas da tarde para ir à rodoviária, ficamos conversando e ouvindo músicas com as meninas que trabalham no hostel, Giovanna e Laura, e outros hóspedes que chegam e saem.

Primeiro fato: falar deixa a garganta seca. Nada melhor que esperar tomando uma cervejinha. Segundo fato: não experimentamos a cerveja artesanal da cidade, uma tristeza. Por pura coincidência e ironia do destino, tem pra vender aqui.

– Cada long neck custa 15 pesos?
– Isso mesmo.
– Pô, tá caro, a gente precisa economizar, não rola duas por 25?
– Ah, não posso. Quem manda é a Giovanna, tem que falar com ela.

Fazemos a pergunta para Giovanna.

– Tudo bem, mas tenho uma proposta. Faço esse preço se vocês avaliarem o hostel no site hostelworld.com como 100%.

– Fechado! Nem precisava pedir.

Valeu a pena. A cerveja é boa, e ainda deu um ânimo para sair na chuva. De mochila nas costas, corremos até o mercado, compramos empanadas prontas e vamos pro terminal. Chegamos famintos, molhados e com a comida gelada. O jeito é apelar pra cara-de-pau. Tem um café jeitosinho no canto da rodoviária. Vou até lá e pergunto se podem esquentar pra mim no micro-ondas.

– Você tem que pedir pra esquentarem onde comprou.
– Eu sei, mas comprei no mercado vindo pra cá, e não tenho onde esquentar. Vim correndo na chuva, se não conseguir esquentar aqui vou comer fria mesmo.
– Ah, tudo bem, dá aqui.

Agradeço umas oito vezes e saio. De barriga cheia, a viagem é tranquila. Aquela cochilada básica na maior parte da viagem, que dura quatro horas embaixo de chuva.

Mesmo com o tempo ruim, o ânimo prevalece. Dizem que El Bolsón é uma cidade muito bonita, imperdível pra quem viaja pela região. À noite e com chuva, não dá pra saber. Só vejo a touca da blusa que cai na frente dos meus olhos e as poças d’água segundos antes de eu pisar sobre elas.

Na pressa de chegar logo ao hostel, pergunto a uma mulher na rua se pode nos dizer onde fica o endereço. Diz que não sabe, está há poucos dias na cidade. Continuamos a andar e achamos, dois quarteirões ao lado.

O hostel é bem simples. Na verdade, é um sobrado. Embaixo fica a sala e a cozinha. Em cima os quartos e banheiro. O dono mora no hostel, em alguns cômodos adjacentes, no térreo.

Fizemos reserva antes, mas ele se enganou. Não tinha mais vagas. Com isso, ficamos em um quarto no chalezinho atrás da casa. São mais caros, mas como o erro foi dele, fez pelo mesmo preço. É animal, todo de madeira, com uma cama de casal, móveis também de madeira, uma escadinha e uma cama em um tipo de mezanino.

Na sala do hostel, uma garota passa por nós e vai até a cozinha. Seu rosto parece familiar. Mas de onde? Chapola diz que é a mesma pra quem pedimos informação. Quando ela volta da cozinha, perguntamos.

– Não foi você que paramos agora há pouco na rua para perguntar se sabia onde ficava aqui?
– Ahh, foi sim, lembro dele porque estava sem o gorro.
– Sim, mas você disse que não sabia, e está aqui. Não queria ajudar a gente, é?
– Claro que não, é que na verdade eu não sei o nome da rua, só sei que estou hospedada aqui.

Pensa numa mina alvo de tiração de sarro. Depois de um tempo, já com roupas secas, fomos a um bar onde vende as cervejas artesanais da cidade. São muitos tipos. Começamos com a clara, muito boa! Só pra variar, na sequência pedimos uma de framboesa. Desaprovada por todos. Não que seja ruim, mas é muito doce e enjoativa. A última, escura, foi a melhor pedida. Uma delícia!

Antes de terminar a noite, vamos a um bar/balada tomar a saideira. Andamos poucos quarteirões pela calmaria da noite, ainda úmida da chuva. Na balada, o som é muito bom. Pena que a receptividade parece não ser o forte daqui. Um cara chapado não para de encher o saco, e outro passa, chuta meu pé e fica encarando. Não adianta, em qualquer lugar, sempre tem uma laranja podre pra estragar toda fruteira.

Anúncios

~ por rocisman em 19/03/2013.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: